Faça, poste, seja; mas com o aval do patrocinador

25/02/2015

Skatista não é atleta e skate não é um esporte. Não é. Nunca
vai ser. Skatista não devia ter regras, nem técnico, nem limites. Skate com
limites? Isso não existe. Imagina se chegássemos pro Gonz ou pro Natas e
falássemos: “ei, não pode”. Estaríamos descendo corrimãos? Andando nas ruas? Ou
estaríamos presos  feito porcos em
chiqueiros nos “picos feitos para andar de skate”?

Recentemente o norte-americano Boo Johnson deu uma
entrevista para o canal elpatincom
 e contou uma parada que fez a gente
querer fazer esse texto. Um dos patrocinadores dele o expulsou do time por ele
postar muitas fotos de maconha em seu instagram. Esse patrocinador era ninguém
menos que a Mountain Dew. Sim, a mesma Mountain Dew que patrocina alguns
skatistas e veio PESADO pro mercado de skate. Mas o que essa notícia traz de
tão assustador pra gente falar sobre esse assunto? Se você ainda não entendeu,
a gente dixava (há!) pra você:

Uma marca de fora do skate (não vem falar que a Mountain Dew
é do skate que não é) chega com dinheiro pra caralho no nosso mundinho e nos
diz o que fazer, o que beber, o que postar, com quem falar… Mexe no nosso
livre arbítrio, que é tão precioso pra nossa criatividade. Seja barrando
comportamentos ilegais (o uso das drogas é ilegal em alguns países e por
enquanto a gente não pode fazer nada sobre isso) ou exigindo que o skatista
poste tantas coisas por semana nas suas redes sociais, algumas marcas acham que
são donas do skate e alguns skatistas são submissos às vontades marketeiras
delas. A partir do momento em que a marca quer mexer no lado pessoal do
skatista, isso está muito errado.

O que nos deixa feliz com tudo isso foi que o Boo Johnson
não se adaptou às exigências da marca e aceitou na boa a sua demissão. Melhor
ter um cheque a menos e ser fiel a si mesmo do que deixar alguém de fora vir
dizer o que fazer, né?

Estamos passando por uma transição no skate onde skatistas
estão se permitindo virarem atletas e que o skate vire esporte. As olimpíadas
estão chegando; você acha que é coincidência? Se o skate for mesmo pra
Olimpíada (o que está BEM próximo), os caras vão ter que fazer exame
anti-dopping pra andar no evento ESPORTIVO. Aí você pode falar: “mas, po, não
vai ter skatista nenhum correndo o campeonato” e a gente gostaria muito que
isso fosse verdade. Mas o que vemos são skatistas se adaptando, se moldando
nesse lado “esportista” da parada.

Então não reclame se o skate for mesmo para as Olimpíadas de
fato, se for pra Malhação ou pro Jornal Nacional, se as marcas multiesportivas
tiverem fazendo coisas horríveis com os nossos produtos e se outras de fora estiverem fazendo merda com os ídolos do seu precioso skate.
Afinal, você mesmo, skatista, está permitindo isso em troca de um cheque gordo. Money talks.

Não permita. Conteste. Seja fiel à você mesmo. Ou assista o skate virar um esporte e lide com isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: