O que o skatista faz quando chove?

Ir ao cinema, ficar em casa vendo séries, procurar picos cobertos… O skate e a chuva sempre foram rivais no dia a dia do skatista e procurar alternativas para os dias que São Pedro não dá trégua é um trabalho que cada um faz a seu modo. Como choveu e não deu pra gente andar de skate, decidimos criar essa pauta e perguntar para alguns skatistas o que eles fazem quando chove. Se liga:

Mario Hermani:

No meu caso, não é só andar de skate, faço faculdade e tem
vários outros corres da vida, como os corres de casa, projetos pessoais, fazer
obstáculo de skate por aí, arrumar os que já tem, enfim, várias coisas que a
chuva atrapalha no dia a dia. Mas quando chove ou eu vou andar de skate em
algum lugar coberto ou fico em casa resolvendo essas outras coisas.

Quando chove e você está naquela baita vontade de andar de
skate, você tem que pensar nas possibilidades: ou ir para uma pista coberta
(que quase não existe em SP, muito menos em Guarulhos) que quase nenhuma me
agrada, particularmente, ou ir para a velha Marquise do Ibirapuera, mas isso me
agrada menos ainda.

A cena é triste quando chove!

Murilo Romão:

Eu não ando de skate quando chove, fico suave fazendo corres
aleatórios tipo consertar coisa, fazer corre de edição, marretar imagens dos
outros, ficar pedindo imagem para todo mundo, causando, namorando, essas
coisas.

 

image

 Pneu da bike furou em dia de chuva? Chama o Murilo!

Emanoel Enxaqueca:

Quando está chovendo e eu estou muito na pilha de andar,
procuro um pico coberto. No meu caso, como estou em Porto Alegre, vou na pista
da Matriz ou para Sapiranga, que é uma cidade vizinha e tem uns obstáculos, ou
embaixo do viaduto da Nilo que tem uns piquinhos. O próprio banks tem um bowl
que é coberto e dá para andar…

Caso esteja chovendo e eu não estou tanto no apetite de
andar, procuro fazer outras paradas. De repente ir em um teatro, cinema ou
ficar em casa assistindo vídeo, curtindo a família, o cachorro… Meu maior
hobby na real é cozinhar! Me amarro em fazer comida, fazer uns pratos novos…
É mais ou menos isso!

image
image

 A bulldogue Aurora ajuda ao Enxa a passar o tempo nos dias de chuva; quando ele cozinha, ela também come!

Fabio Castilho:

Quando chove, geralmente eu ando nas quadrinhas cobertas da
Zona Leste de São Paulo e coloco aquelas em dia!

Marcello Gouvea:

Quando chove eu procuro um lugar coberto pra andar. Antigamente
a gente do Rio andava debaixo do viaduto da perimetral que tinha na XV, mas se
chovesse forte já não dava porque molhava embaixo também. Hoje em dia, perto de
casa, tem um terminal de ônibus novo, perto da estação do BRT que é coberto, as
vezes eu colo lá e dou um rolé quando está chovendo muito.

Mas aqui no Rio de Janeiro a gente tem poucas opções pra
andar de skate quando chove.

Várias vezes eu opto por ficar com a família. Quando está
chovendo eu fico com minha filha e fazemos alguma coisa.

image
image

O Gouvea conta que essa cena é comum nos dias chuvosos: levar a filha em exposições e colocá-la para fazer arte. Segundo ele, o negócio é “tentar ocupar a mente dela com coisas boas e não deixar ela (sic) alienada na TV ou celulares”. VAI, SUPERPAI!

____________

E, de última hora, o Wilton Souza postou essa no instagram pra mostrar que dá pra andar de skate na chuva SIM (contanto que os patrocínios estejam em dia):

A video posted by Wilton Souza (@wiltonskate) on

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js

As imagens usadas nesse artigo foram cedidas pelos próprios skatistas retratando cenas de suas rotinas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: