16 dicas para você ir andar de skate na pandemia

Texto em parceria com Psicologia Radical e Skate Saúde

Ilustrações de Feftsy 

Já estamos passando pelo quarto mês de isolamento social devido a pandemia do COVID 19 neste ano de 2020.

Algumas prefeituras e governos dos Estados brasileiros estão reabrindo locais públicos e parques e pistas de skate tem seus portões abertos, mesmo com horários reduzidos. Em São Paulo, por exemplo, a prefeitura decidiu reabrir parques no último dia 13 de julho, com um horário diferente, funcionando somente de segunda a sexta-feira.

Mesmo a gente sabendo que para o skatista brasileiro o Corona nunca foi fator de impedimento da sessão e só o mínimo da população skatística cumpriu de fato a quarentena, agora mais pessoas vão ir andar.

Pensando nisso, reunimos informações e atitudes que você pode colocar em prática na sua sessão para que o risco de contágio com essa doença maldita seja reduzido.

Uma coisa é fato: quer de fato ficar livre do Corona? Fique em casa mais um pouco.

Embora o rolê sozinho possa não apresentar riscos de contaminação, uma eventual queda pode fazer necessário o encaminhamento para atendimento em hospitais e prontos socorros, locais cujo índices de contaminação podem ser altos. Sendo assim, priorize o rolê de manutenção, sem se colocar em riscos desnecessários para o momento.

E, sempre há probabilidade que cada um de nós tem de ser transmissor ou propagador dos vírus sem se dar conta, visto que é bem maior o número de casos em que as pessoas não apresentam sinais, os assintomáticos.

Mas se mesmo assim você quiser ir andar de skate (repetindo: não recomendamos), que tal seguir as dicas a seguir?

B4425051-1D96-4EB9-A0F6-B20BFEA4F8D6

Os exemplos práticos deste guia serão divididos em três grandes blocos:

1 – Preparando o rolê e cuidados ao sair de casa:

– Se você costuma levar mochila para carregar suas coisas para o rolê, se atente ao modo como você organiza seus itens. Leve poucas coisas, só o que vai ser útil para o rolê. Coisas a mais farão você carregar mais peso e ter mais coisas para desinfectar na volta para casa.

Se puder, leve um kit de higiene na mochila. O álcool em gel (além do desodorante porque você vai feder) é hoje o seu melhor amigo. Vai que você quer comer algo durante a sessão ou beber água na fonte do pico. Melhor estar com a mãozona limpa, né?

– Leve consigo o seu álcool gel, e no mínimo duas máscaras, afinal uma delas vai molhar de suor e certamente vai ficar mais difícil de respirar.

– Não se esqueça de levar uma sacola plástica para colocar suas coisas após o rolê antes de voltar para casa

49C66D4B-DDB0-40B0-AB13-10B9E0C30202

2 – No rolê, rua e transporte.

Ande em picos que sejam perto da sua casa. Assim você vai remando e tem um contato menor com qualquer aglomeração. Pegar ônibus ou metrô por enquanto ainda é contar com uma chance de encontrar o Corona por aí. Então SE VOCÊ PUDER E TIVER PICO PERTO DA SUA CASA, aproveita que a remada já esquenta as pernas e você já chega manobrando.

Procure manter as recomendações que têm sido apontadas nas mídias e protocolos, distanciamento e limpeza das mãos com álcool em gel.

– Ao chegar no pico, não precisa apertar a mão, abraçar, nem beijar ninguém. Aquele velho “salve” mostrando o sinal da paz com a mão já satisfaz o oi que precisa ser dado. Se você sentir muita falta de um calor humano, uma batida de cotovelo já pode ser o suficiente.

– A pessoa que você está vendo andar acertou a manobra? Não precisa correr pro abraço por enquanto. Só falar “uooooooooou” e bater palma que já contempla. Evite apertos de mão e demonstrações de carinho. Seja gótico.

– Se você fuma maconha (é ilegal mas é comum entre os skatistas, tá? Não sejamos hipócritas, aqui é um site de skate) evite dividir seu beck. Seja um pouco egoísta em prol da sua saúde, afinal, a baba do colega pode estar cheia de vírus e você pode ficar chapado de corona. Isso também vale para sua garrafa de água ou sua lata de breja: por enquanto, seja egoísta.

– Na hora de ir embora, não precisa cumprimentar geral. Aquele “falô, firma” já deixa todo mundo ciente que você está indo embora, passe álcool gel nas mãos, organize os materiais utilizados dentro da sacola plástica, limpe novamente as mãos e siga para casa.

 

59682D1B-73F5-4AE2-9A31-B05C886B3ADF

3 – Pós Rolê: Desinfectando skate, equipamentos e você.

–  Estabeleça uma linha divisória entre a ‘zona suja’ e a ‘zona limpa’, para que qualquer coisa que veio com você da rua fique dentro do seu limite. Se preferir passe uma fita ou organize objetos da casa para demarcar de forma clara essa zona. Ali ficarão itens que irão para lavagem ou descarte.

–  Ainda próximo a “Zona Suja”, geralmente na entrada de casa: determine um local para deixar bolsas e chaves penduradas e não as levar para dentro dos cômodos. Neste local separe um espaço para deixar tênis, mochila e skate. Só passe para a zona limpa depois de desinfectar seus materiais.

Limpando o skate: Temos utilizado a solução de lisoforme spray ou álcool 70 em aerosol para desinfectar a lixa, já a parte de baixo do Shape, os eixos e rodas, álcool gel 70 com um pano, e dentro das rodas novamente o aerosol.

Limpando o tênis: Talco antisséptico, spray Tênis Pé para a palmilha e sola do tênis, ou o Lisoforme aerosol também são boas alternativas, mas o ideal seria a lavagem completa do calçado.

– Passando para a “zona limpa” Álcool em gel e álcool líquido 70 graus (volume 70) precisam estar disponíveis logo na entrada. Limpe as mãos com o álcool em gel. Use um pedaço de tecido para colocar álcool em gel ou líquido para limpar o celular. Antes de limpar, retire a capa de proteção e desligue o dispositivo. Passe o pano com álcool no aparelho (cuide para não passar o pano em entradas de carregador e fones) e a capa. Coloque os calçados limpos ou chinelo.

Vá direto para o banho. Se você já não faz isso, você é muito nojento, mas é sempre bom frisar: tome banho depois da sessão. Deixe sua roupa direto para lavar e evite misturar com as outras da casa (coloque-as em um saco plástico se não forem direto pra máquina).

Pronto. Você foi teimoso e foi andar de skate, mas seguindo essas dicas você diminui as chances do contágio do Corona Vírus.

Vale lembrar que um monte dessas dicas acima serve não só para momentos de pandemia, como também para dias comuns. Ou você acha que vai cair no chão da Sé e vai ficar tudo bem? Acha que tomando mate e comendo falafel sem lavar a mão não vai dar nada?

Sendo um pouco mais consciente (e mais higiênicos), a gente pode evitar um monte de situação não só em relação ao Corona ao nos atentar, por exemplo, a se manter sempre com as unhas bem limpas e cortadas e caprichar em seu banho.

Mas NOVAMENTE, quer ficar livre do Corona? FIQUE EM CASA.

03A6CD57-B997-4E36-B55C-C9B38ECD5B0C

 

 

Nota: os produtos e nomes de marcas aqui citados não pertencem ou tem alguma relação econômica, monetária ou de mídia com os autores. Sendo as respectivas marcas detentoras dos direitos autorais sobre tais produtos, sendo citados aqui com o único objetivo de propiciar alternativas que possam ser utilizadas de forma clara e utilitária por parte da comunidade skatista.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: