Por trás dos vadios

Murilo Romão apresentou mais um vídeo hoje no dia 05 de novembro: o MITOS VADIOS, dando uma sequência em seus projetos audiovisuais que mesclam assuntos sociais e culturais brasileiros com skateboarding.

O nome da obra vem de um outro 05 de novembro, um que rolou em 1978. Nessa data, Ivald Granato juntou uma galera na rua Augusta em São Paulo para um evento paralelo à primeira e última Bienal Latino-Americana, com o tema “Mitos e Magias”. Lygia Pape, Helio Oiticica, José Roberto Aguillar e outros participaram desse dia de performances artísticas.

Já em 2018, as palavras “mitos” e “vadios” tem outros contextos, os quais Murilo quis evidenciar: “Filmei um cara falando do Bolsonaro, já era uma ideia de começar um vídeo com isso e a leitura do MITOS VADIOS sempre esteve no meu radar e sempre achei o nome bom. Então juntou essa parada de chamar o Bolsonaro de ‘mito’ e tem muito a ver com o momento atual. Aí coloquei uma música mais animada pra galera sair dessa bad!”

leomitosvadios

Hélio Oiticica dá lugar à Leo Fagundes, Luiz Apelão, Peter Volpi e toda a renca Flanantes de sempre na arte de ação atual, com auxílio de tábuas de madeiras flipantes e rodas de uretano. Assista agora e comemore os 40 anos do Mitos Vadios original:

 

Saiba mais sobre o que inspirou o Murilo clicando nos seguintes links:

http://mitosvadios2.blogspot.com/2010/07/mitos-vadios-jacob-klintowitz.html

http://livros01.livrosgratis.com.br/cp116350.pdf

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: