Bob Burnquist na Globe… Brasil?

13/05/2013

No último dia 09 de maio, rolou na Lapa, em São Paulo, uma balada pra comemorar a entrada de Bob Burnquist na Globe. Seu último patrô de tênis era a Urgh, e anteriores a este, Bob fez parte de outras marcas menores de tênis, como a Ipath, por exemplo.

Agora, Bob faz parte do time da Globe. Mas peraí, time internacional ou nacional? É muito estranho um cara como o Bob fazer uma festa no Brasil, sem alardes, sem mídias internacionais em cima. Lendo o fórum da Slap Magazine (que foi o único site de skate americano que pude encontrar a informação), Bob Burnquist realmente faz parte do time BRASILEIRO da Globe.

É sério isso? É o Bob Burnquist, porra! O cara já foi personagem de videogame, é um dos arquitetos do skate brasileiro lá fora, pôs o Brasil no mapa de skate mundial, tem a própria mega-rampa e é considerado por muitos o melhor skatista de todos os tempos. Eu, particularmente, acho o Bob animal, um dos melhores mesmo, verdadeira lenda. Tre-flip 50 na mega, switch backside feeble na mega. Genial.

Sou meio leigo no assunto “Bob Burnquist”, mas quero dar a minha visão sobre esse tipo de acontecimento.

O que está acontecendo com o Bob? Antes, era estranho pensar que ele tinha um patrocínio de tênis como a Urgh. Não é desmerecimento da marca nacional, mas é estranho ver uma lenda do tamanho do Bob com patrocínios do seu próprio país. Sem hipocrisia. Por outro lado, era muito legal ver a lealdade que ele tinha com o Jorge Kuge e ver que ele apoiava marcas brasileiras, o que é ótimo para o mercado nacional. (isso sem falar nos boatos que correm que Bob tinha parte dos lucros da empresa, mas isso não é nada confirmado, pelo menos não por mim).

Mas, fazer parte de um time nacional de uma marca gringa? Parece outra estratégia de mercado, ou que ele comprou parte dos direitos da marca. Realmente não dá pra entender. Será que o cara é queimado lá fora? Ou que tem uma consciência monstra quando o assunto é mercado?

Quando a DC começou a reformular seu time, trazendo Chris Cole, Nyjah Houston, Mikey Taylor, entre outros, eu achei que Bob faria parte desse pacote. Mas não… Globe Brasil. Para mim é muito estranho.

Outra coisa que me chamou atenção nisso tudo foi que quase nenhum site americano de skate mostrou essa notícia como destaque. Thrasher: nada. Skateboard Mag: nada. Transworld: nada. Nem o Ripped Laces que é especializado em tênis falou disso.

No meu pensamento, Bob merecia patrocínios monstríssimos. Não estou dizendo que ele deveria estar “na moda”, mas que teria que ser, pelo menos, mais reconhecido. Ou será que a lenda que Bob é aqui no Brasil não é a mesma que ele é lá fora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: